segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Dois Anjos... (23/09/2009)

São duas marfíneas esculturas
Dos meus vívidos sonhos de outrora.
Dois anjos (uma sepultura!),
Descansam tão solitários agora...

Um anjo encima o teu mausoléu!
Outro descansa no frio do teu jazigo;
Dois anjos na terra, (outro no céu!),
Dois anjos aqui comigo...

Dois anjos num cinzelado mármore!
São duas esculturas
Que esculpi embaixo às árvores...

Tão belos... Alçam suas asas ao céu!
E na terra, (pétreas figuras),
Descansam sobre o teu mausoléu...

(P.O.Velásquez)

Nenhum comentário:

Postar um comentário